Brasil Principais Notícias

Ministério da Saúde envia equipes, medicamentos e insumos ao RS

Técnicos já estão no estado realizando atendimento de saúde da população. Kits emergência com medicamentos, luvas, seringas e ataduras poderão atender 30 mil pessoas por um mês

Em um esforço interministerial, o Governo Federal está atuando em ações emergenciais, de acolhimento e resgate das vítimas das fortes chuvas no Rio Grande do Sul. Nesta quinta-feira (2/4), o Ministério da Saúde confirmou a atuação de 160 profissionais do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e do Grupo Hospitalar Conceição (GhC), em assistência à população gaúcha. As equipes da Força Nacional do SUS também chegaram ao estado para reforçar o atendimento em saúde. Para ampliar esse apoio, um hospital de campanha será instalado na região. 

Também estão sendo enviados 20 kits emergência, compostos por 32 tipos de medicamentos e 16 tipos de insumos cada – luvas, seringas, ataduras e outros – suficientes para atender, no total, 30 mil pessoas durante um mês. O Ministério da Saúde vai instalar, ainda, um Centro de Operações de Emergência (COE) para eventos naturais extremos. O COE permite a análise de dados e informações para subsidiar a tomada de decisão dos gestores e técnicos, na definição de estratégias e ações adequadas para o enfrentamento de emergências em saúde pública. 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou nesta quinta-feira em Santa Maria (RS) para acompanhar os efeitos das fortes chuvas no estado, se reunir com o governador e prefeitos e determinar o reforço do apoio à população. “Não faltará ajuda do Governo Federal para cuidar da saúde. Não vai faltar dinheiro para cuidar da questão do transporte e não vai faltar dinheiro para os alimentos. Tudo o que estiver no alcance do governo federal, vamos fazer para atender às necessidades básicas do povo que está isolado”, assegurou Lula, que se solidarizou com as famílias de mortos e desaparecidos.

Para projetar danos e traçar estratégias, uma equipe da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente do Ministério da Saúde está no Rio Grande do Sul, buscando evitar problemas maiores em unidades de saúde, orientar o estado e os municípios, e apoiar no processo de recuperação da área afetada. Os profissionais da Força Nacional do SUS também atuam para diminuir o risco de exposição da população e dos profissionais de saúde, reduzir doenças e agravos, bem como os danos à infraestrutura de saúde. 

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) definiu o status da situação de chuva no estado como de ‘grande perigo’, onde há maior probabilidade de danos e acidentes, com riscos para a integridade física ou mesmo à vida humana. 

Por: Ministério da Saúde (MS)

COMPARTILHAR

Related posts

MPF pede manifestação do Estado sobre memória de João Cândido

Redação

Projeto ‘Sesc Music Festival’ conquista 3º lugar no Prêmio Nacional de Gestão Educacional

Redação

Decreto estabelece diretrizes para fomento da cultura hip-hop

Redação

Deixe um comentário