Brasil Principais Notícias

Ministério da Justiça lança Revista Susp em webinário

O periódico traz conhecimento técnico e científico, formação e aperfeiçoamento dos profissionais de segurança pública

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) lançou, nesta terça-feira (6), a 2ª Edição da Revista Susp. O periódico tem o objetivo de propagar conhecimento técnico e científico, formação e aperfeiçoamento de profissionais integrantes do Sistema Único de Segurança Pública (Susp). O lançamento aconteceu na transmissão do webinário e os artigos publicados na obra foram debatidos no encontro.

Produzido pela Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Segen), a Revista é um periódico semestral e interdisciplinar do MJSP com a finalidade de ampliar o conhecimento e consolidar boas práticas. A revista é composta por artigos de todas as temáticas, entre operacionais e gestão em segurança pública.

Na abertura do evento, a diretora de Ensino e Pesquisa da Segen, Juliana Amorim, destacou a honra que é fazer a entrega da Revista Susp. “A Revista tem a colaboração de todas as pastas do MJSP, mas é organizada, tabulada, sonhada dentro da Diretoria de Ensino e Pesquisa”, contou. “Todas as nossas ações e atividades estão alinhadas com o Plano Nacional de Segurança Pública, para fomento e crescimento daquelas ações que são feitas com muita qualidade possam ganhar em excelência”, acrescentou. 

Para a diretora, também é importante  entender que o trabalho de segurança pública é um trabalho especializado, mas que muitas vezes fica escondido, fazendo com que fique conhecido somente como um trabalho operacional. “A Revista Susp vem justamente abrindo os caminhos para que o operacional de qualidade e excelência se torne conhecimento científico”.   

“A meta é que a gente transforme uma ação de polícia, de segurança pública em conhecimentos que vão ficar sedimentados por gerações. Para que os profissionais que estão chegando sejam incentivados a trabalhar segurança pública e promover conhecimentos em conhecimento acadêmico”, finalizou Juliana Amorim.

A coordenadora-geral de Pesquisa Aplicada da Segen, Ana Claudia Vilarinho, e a coordenadora de Estudos e Pesquisas em Segurança Pública da Segen, Eli Torres, fizeram parte da mesa de abertura do webinário.

Balanço

A secretária de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Segen), Ana Cristina Santiago, fez um balanço das atividades desempenhadas pela pasta, tanto nas capacitações, quanto na gestão de recursos. 

Em 2022, foram realizadas 145 mil matrículas em cursos a distância e foram ofertadas 93 capacitações. Com relação aos cursos presenciais, foram 3,6 mil profissionais de segurança capacitados em 99 cursos somente este ano. 

Desde 2020, foram 525 mil formados em cursos EaD e 7.6 mil em 201 capacitações presenciais. A Segen também promove 11 cursos de Pós-Graduações, tanto em nível de mestrado como em especialização. Somente em 2022, são mais de 850 profissionais em qualificação.

Fonte: Ministério da Justiça e Segurança Pública

COMPARTILHAR

Related posts

Após pedido de casamento, Duda Reis é vista de noiva pela primeira vez

Redação

Além: com participação de Rodriguinho, Di Propósito libera primeiro EP de projeto

Redação

Mari Borges e Bruna Karla se unem em collab inédita

Redação

Deixe um comentário