Manaus Principais Notícias

Combate à violência contra a mulher: Essa luta é de todos nós

A violência pode ocorrer de diversas formas. Antes é importante entender que se trata de qualquer ação ou omissão contra as mulheres – em virtude de serem justamente mulheres – que cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico, dano moral ou patrimonial. O amparo ocorre hoje por meio da Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006), direcionada a todas as mulheres, independente da classe social, raça, etnia, orientação sexual, identidade de gênero, renda, cultura, idade ou religião. A agressão pode partir do homem ou da mulher (relacionamento homossexual) desde que exista, ou tenha existido, alguma relação de afeto ou convivência por laços de família – natural ou escolhida.

A violência contra as mulheres, em geral, acontece em ciclos que se repetem. Por isso, é preciso entender seu mecanismo e contar com apoio para pôr fim a essa situação. O ciclo, chamado de ciclo da violência doméstica e familiar de gênero, é dividido em: “Lua de Mel”, “Tensão”, “Reconciliação” e “Explosão”, cada um com suas características.

Mulheres em situação de violência podem contar com um plano de segurança para que possam se libertar de seus agressores, que inclui:

ü  Contar à pessoa de sua confiança o que está acontecendo e criar um plano para agir, caso a violência aumente;

ü  Incluir no celular contato de serviços de proteção à mulher e de vizinhos, amigos e familiares que podem ajudar;

ü  Deixar documentos, chaves, remédios e outros itens importantes separados em local seguro, caso você precise sair de casa com urgência;

ü  Planejar a saída de casa e o transporte até um lugar seguro;

ü  Se já possui medida protetiva, mantenha o documento consigo.

Em Manaus, mulheres podem buscar apoio no Centro de Referência dos Direitos da Mulher (CRDM), estrutura municipal que promove atendimento humanizado às vítimas, por meio da assistência social e jurídica, acompanhamento psicológico, além de cursos de qualificação para a geração de renda, auxiliando mulheres no processo de emancipação de seus agressores.

A unidade está localizada na Rua Araxá, conjunto Duque de Caxias, Flores, zona Centro-Sul. Telefone: 98842-2266

Combater a violência contra mulher deve ser causa de todos. Não fique calado (a). Denuncie no disque 180, 0800 092 6644 ou 0800 092 1407.

Fonte Prefeitura de Manaus

COMPARTILHAR

Related posts

’Plantão Tira Dúvidas’ auxilia gratuitamente contribuintes de Manaus na declaração do IR

Redação

Joel Jota lança livro em coautoria com a Fundação Napoleon Hill

Redação

Glossário explica termos para debate sobre crise do clima

Redação

Deixe um comentário