Brasil Principais Notícias

Polícia Federal, MPF e Ministério do Trabalho reprimem trabalho análogo à escravidão no Amapá

O objetivo da ação foi fiscalizar os vínculos empregatícios, buscando evitar possíveis abusos e exploração irregular de trabalhadores

A Polícia Federal, em colaboração com o Ministério Público do Trabalho e com os Auditores Fiscais do Trabalho, realizou uma operação de repressão ao trabalho análogo ao escravo no estado do Amapá, nesta terça-feira (27/2).

O objetivo da ação foi fiscalizar os vínculos empregatícios, sobretudo nas regiões do interior do estado, buscando evitar possíveis abusos e exploração irregular de trabalhadores. Durante a atividade, uma espingarda calibre 12 foi apreendida.

A ação também contou com a participação do Conselho Tutelar e da Secretaria de Assistência Social do município de Itauba/AP.

Por: Polícia Federal 

COMPARTILHAR

Related posts

Museu Nacional integra estudo sobre 73 coleções de história natural

Redação

Projeto dos motoristas de aplicativo é destaque do Brasil em Pauta

Redação

Amazonas, programa educacional contribui com a diminuição do uso de drogas e álcool entre jovens

Redação

Deixe um comentário