Brasil Principais Notícias

Níveis dos rios começam a baixar no Rio Grande do Sul, afirma Serviço Geológico do Brasil

Dados foram compartilhados na 3ª Reunião Extraordinária em 2024 da Sala de Crise da Região Sul

Os níveis dos rios já começaram a baixar em alguns municípios do Rio Grande do Sul (RS), após novas inundações severas provocadas por volume elevado de chuva no fim de semana. É o que indicam os dados do Serviço Geológico do Brasil (SGB) apresentados na 3ª Reunião Extraordinária em 2024 da Sala de Crise da Região Sul , realizada na quarta-feira (15/5) pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA).

Na Bacia do Rio Uruguai todas as estações estão em recessão, inclusive em Itaqui e Uruguaiana, que ainda registram os níveis mais elevados. Na Bacia do Rio Caí, São Sebastião do Caí está com tendência a sair da cota de inundação após registrar a 3ª maior cheia da história e em Montenegro o nível também está diminuindo, explicou o coordenador do Sistema de Alerta Hidrológico do SGB, Artur Matos.

>>Acompanhe o monitoramento do SGB

Os municípios monitorados na Bacia do Rio Taquari também estão em processo de recessão. As cidades de Muçum, Encantado, Estrela, Lajeado e Bom Retiro do Sul saíram da cota de alerta. Em Taquari, o nível ainda está acima da cota de inundação.

Os rios Jacuí e Sinos que também drenam água para o Guaíba ainda estão elevados e acima da cota de inundação, mas em processo de recessão. Em Porto Alegre, o Guaíba já começou a baixar, mas ainda deve permanecer por no mínimo 10 dias acima da cota de inundação (3 m). A cheia vai demorar a diminuir, completou Matos. Com a previsão de chuvas para os próximos dias, é possível que aconteça um repique (elevação) em alguns momentos.

Apoio técnico para monitoramento do rios

O SGB tem fornecido apoio técnico à Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do Estado do Rio Grande do Sul (SEMA-RS) para o monitoramento dos níveis do Guaíba. Após apoiar a instalação de réguas e ponto de coleta de dados, a equipe de pesquisadores colaborou, nesta segunda-feira (13), para a instalação de mais um pluviômetro. Esse equipamento é fundamental para monitorar o volume de chuvas.

Pico na Lagoa dos Patos

Esse volume de águas que está sendo drenado do Guaíba chega à Lagoa dos Patos. As previsões apresentadas pelo SGB indicam que as cidades da região Arambaré, São Lourenço do Sul, Pelotas e Rio Grande podem ter o pico da cheia na terça-feira (22/5).

O monitoramento realizado pelo SGB pode ser acompanhado, em tempo real, por meio da plataforma SACE.

Por: Serviço Geológico do Brasil

COMPARTILHAR

Related posts

Goleadas de Santos e Cruzeiro marcam o domingo no Brasileirão Feminino

Redação

Governo lança primeira concessão para recuperação da Mata Atlântica

Redação

Bienal da UNE reunirá, no Rio, mais de 10 mil estudantes

Redação

Deixe um comentário