Esportes Manaus Principais Notícias

R20 faz 3 a 0 no Torpedo Resenha e é o campeão do Paralelo

Em uma partida eletrizante do começo ao fim, na noite desta terça-feira (23/01), o time do R20/ Amigos do Bolinha consagrou-se campeão do Paralelo das Rainhas, por 3 a 0, contra o Torpedo Resenha. A equipe agora volta ao Peladão 2024 entre os 16 times, nas oitavas de finais.

Quem acompanhou o jogo no Campo do Florestão, no bairro nova Floresta, Zona Leste de Manaus, viu um R20 entrosado e com jogadas criativas. Aos quatro minutos do primeiro tempo, o meia-atacante Arison abriu o placar com um belo chute de fora da área, no cantinho do gol sem chance para o goleiro adversário.

O segundo gol veio minutos depois após uma bela assistência de cabeça do jogador Jonh Kennedy da Matinha, Arison balançou a rede novamente com um golaço para odelírio da torcida vermelha e azul que acompanhou a partida.

Para consagrar a vitória sobre o Torpedo Resenha, o R20 balançou a rede mais uma vez ainda no primeiro tempo. O jogador Ribéry, camisa 10 do time, sofreu uma falta quase na entrada da área ao aplicar uma “caneta” no adversário, o lateral-direito Luan Kennedy mandou um lançamento preciso na grande área, direto na cabeça de Ismael – que desviou para o fundo do gol.

“A final do Paralelo é o resultado de um trabalho em equipe. O R20 não desanimou ao ser desclassificado da fase principal do Peladão e veio para o Paralelo com toda garra e determinação. Enfretamos quatro duras partidas seguidas contra adversários com grande potencial, mas prevaleceu a união e a força que esse elenco tem. Agora, vamos voltar com todo o gás. Na certeza de quem temos capacidade para enfrentar qualquer equipe de igual pra igual”, destacou o meia-atacante Ribéry – que já jogou no Vitória da Bahia, Libermorro e São Raimundo.

No segundo tempo, o Torpedo Resenha bem que tentou reverter o placar fazendo várias finalizações de jogadas, mas sem sucesso. O R20/Amigos do Bolinha fechou a zaga e jogou com mais qualidade. O destaque foi para o goleiro Gibson, que fez pelo menos quatro defesas dificíeis que poderiam ter tirado o título do R20.

R20

Fundado em 2012 por Ewerton Paes, Victor Barbosa e Leandro Matos, o R20/ Amigos do Bolinha surgiu entre uma conversa de amigos da rua 20, do Conjunto Castelo Branco, parque Dez.

“É um time de amigos, que leva o nome da rua onde crescemos. Hoje contamos com jogadores de outras regiões da cidade, como é o caso do Beco do Macedo. Temos, pelo menos, oito jogadores que são de lá e tornaram-se parte da família”, disse Ewerton Paes, mais conhecido como “Bolinha”.

Por Bruna Souza- BS2 Comunicação

COMPARTILHAR

Related posts

Em alta com ‘Gosta de Rua’, Felipe & Rodrigo lançam Parte 1 de ‘Questão de Tempo’

Redação

Amazonas Energia retira, dos postes, mais de 20 toneladas de cabos e equipamentos em desuso ou clandestinos

Redação

FGTS será liberado para trabalhadores atingidos por chuvas em AL e PE

Redação

Deixe um comentário