Brasil Principais Notícias

Ministério das Mulheres e Sebrae planejam parcerias para mulheres empreendedoras

Em reunião entre as instituições, foram debatidos o apoio aos negócios chefiados por mulheres e o compromisso com um Brasil sem Misoginia

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, se reuniu esta semana com o presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Décio Lima, para um diálogo com a pretensão de firmar parcerias e ações de fortalecimento das políticas públicas de promoção da igualdade de gênero e de enfrentamento à misoginia. Além disso, trataram da importância de ampliar o acesso de empreendedoras das favelas e periferias dos grandes centros urbanos às ferramentas que possibilitam o surgimento e ampliação dos empreendimentos chefiados por mulheres. 

“Precisamos do apoio do Sebrae no processo de disseminação das ações do Ministério das Mulheres para que tenhamos a participação dos municípios brasileiros”, disse a ministra Cida Gonçalves ao destacar a importância da parceria.

A ministra das Mulheres também destacou dois eixos importantes para a superação da desigualdade de gênero: a necessidade de incluir as mulheres vulneráveis no mercado de trabalho e garantir a igualdade salarial. Ela também ressaltou que “o empreendedorismo já vem sendo um forte aliado para muitas mulheres que recebem o Bolsa Família e que trabalham vendendo bolos ou marmitas para ampliar a renda”.

A equipe do Sebrae apresentou os programas Cidade Empreendedora, que já está presente em mais de 3 mil municípios em todo o território nacional; e o Plural, uma nova iniciativa  que tem como mote a função social do empreendedorismo, com o objetivo de dar as condições necessárias para que setores minorizados na sociedade tenham o apoio técnico e linhas de crédito para manutenção e ampliação dos negócios.

Entre os números dessa grande parceria está a capilaridade de atendimento de mais de 100 mil mulheres por ano, dado apresentado pela coordenadora do Sebrae Delas, Renata Malheiros, que enfatizou que essas ações vão além das capacitações, trabalhando o empoderamento feminino para o enfrentamento aos preconceitos.

Para o mês de março, o presidente do Sebrae, Décio Lima, afirmou que terão uma série de ações e atividades, entre elas o lançamento do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios e a produção de materiais para publicidade e conscientização sobre a responsabilidade de toda a sociedade no enfrentamento à violência contra as mulheres e a importância da autonomia econômica.

Por: Ministério das Mulheres

COMPARTILHAR

Related posts

Daqui Pra Sempre: Com mais de meio bilhão de streams, Manu Bahtidão lança mais uma faixa do projeto

Redação

TCU conclui auditoria e reafirma segurança do processo eleitoral

Redação

O álcool sumiu

Redação

Deixe um comentário