Manaus Política Principais Notícias

Audiência do ‘Caso Flávio’ é adiada pela 4ª vez às vésperas de completar 2 anos da morte do engenheiro

Familiares choraram após Justiça adiar mais uma sessão. “É muito revoltante”, disse irmã. Flávio Rodrigues foi assassinado aos 42 anos.

A audiência de instrução do Caso Flávio, engenheiro morto em setembro de 2019, em Manaus, foi adiada pela quarta vez nesta terça-feira (28). A família chorou ao receber a notícia, pois o novo adiamento acontece às vésperas de completar dois anos do assassinato. 

O juiz Celso Souza de Paula informou que a audiência, que deveria ser retomada nesta terça e quarta, foi adiada para os dias 25 e 26 de outubro

“Queríamos tanto que essa audiência fosse logo concluída. Já houve muito adiamento por conta de doença ou recurso de advogado. Amanhã completa dois anos que meu irmão foi assassinado. É muito revoltante”, lamentou ao g1 a irmã de Flávio, Aline Rodrigues. 

Engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos foi assassinado em Manaus, em setembro de 2019. — Foto: Arquivo Pessoal

Engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos foi assassinado em Manaus, em setembro de 2019. — Foto: Arquivo Pessoal 

Em toda e qualquer audiência, a família do engenheiro se faz presente e acompanha ao lado de fora do local do tribunal, com blusas estampadas com fotos de Flávio Rodrigues. Dentro do fórum, eles são representados pelas advogadas que, inclusive, eram amigas do engenheiro. 

Ao saber da notícia, familiares choraram ao lado de fora e ficaram indignados com o adiamento da audiência. 

O início da fase de audiência de instrução estava marcado para novembro de 2020, mas foi adiado para dezembro. A audiência foi adiada de novo e ficou para julho deste ano. 

A audiência enfim teve início e foi realizada durante três dias, até ser suspensa para o início de setembro. Porém, foi adiada para esta terça e quarta (28 e 29), e, agora, adiada mais uma vez, para o final de outubro. 

Segundo o Juízo da 1ª Vara do Tribunal do Júri, a unidade recebeu decisão do Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) que informava a necessidade de suspender as audiências até que fossem sanadas todas as pendências processuais. 

O juiz Celso Souza de Paula contou que tentam dar celeridade no caso, mas infelizmente disse que enfrentam algumas barreiras motivadas pela defesa dos acusados. 

“Estão fazendo com que o processo tenha um certo atraso. Hoje estava marcada essa audiência que comunicamos ao STF que, na nossa concepção, todos os pedidos feitos pelos advogados de defesa já tinham sido supridos. Estávamos aguardando uma resposta do ministro para liberar a realização da audiência já que ele deu uma decisão suspendendo essas audiências”, explicou. 

O juiz disse que não tiveram a resposta do ministro Gilmar Mendes e, por isso, a audiência continua suspensa. 

g1 conversou na manhã desta terça-feira (28) com a defesa do lutador Maic Parede, um dos réus do caso sobre essa situação do STF. 

“O Ministério Público, por mais de um ano, segurou documentos impedindo o acesso da defesa, e por conta disso, foi reformulada uma reclamação constitucional perante ao STF para que a defesa pudesse ter acesso a todos os documentos de prova, que é um direito de todo e qualquer acusado constitucionalmente assegurado”, explicou o advogado Josemar Berçot. 

O juiz ressaltou que recebeu a decisão do STF e encaminhou ofício ao ministro informando que todas as peças solicitadas pela defesa do réus estão nos autos, e não há mais a necessidade da suspensão da audiência. 

“Não sei se audiência teve tempo suficiente para analisar, estudar todas essas peças”, contou o juiz. 

Para esta terça-feira (28), estava previsto o depoimento de oito testemunhas de defesa, que restam ser ouvidas, bem como o interrogatório dos réus Alejandro Molina Valeiko, José Edvandro Martins de Souza Júnior; Mayc Vinícius Parede e Paola Molina Valeiko. 

Audiência de instrução do Caso Flávio é adiada novamente

Audiência de instrução do Caso Flávio é adiada novamente 

Quem são os réus

  1. Alejandro Valeiko; que vai responder por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, omissão penalmente relevante e ocultação de cadáver;
  2. Elizeu da Paz de Souza, policial militar que estava lotado na Casa Militar da Prefeitura de Manaus e, conforme investigações, seria segurança de Alejandro; responde por homicídio triplamente qualificado, fraude processual, tentativa de homicídio e ocultação de cadáver;
  3. Mayc Vinicius Teixeira Parede – que confessou o crime e responde por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio e ocultação de cadáver;
  4. Paola Valeiko Molina deve responder por fraude processual.
  5. José Edvandro Martins de Souza Junior; que responde por denúncia caluniosa;

Crime aconteceu durante festa em condomínio de luxo

O homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos ocorreu no dia 29 de setembro de 2019, após uma festa na casa de Alejandro Molina Valeiko, filho da primeira dama, Elizabeth Valeiko. Segundo a polícia, os amigos estavam na casa de Alejandro Valeiko bebendo e usando drogas. 

De repente, começou uma discussão, seguida de agressões com facas. O engenheiro Flávio dos Santos foi esfaqueado e morreu. 

Justiça ouve testemunhas de acusação do Caso Flávio

Justiça ouve testemunhas de acusação do Caso Flávio 

Ainda de acordo com a polícia, Santos foi encontrado morto no bairro Tarumã, no dia seguinte. O local onde estava o corpo fica próximo à casa de Alejandro. 

De acordo com as investigações, o policial militar Elizeu da Paz de Souza, que estava lotado na Casa Militar da Prefeitura de Manaus e seria segurança de Alejandro, estava dirigindo um carro alugado da Prefeitura. A polícia diz que o PM Elizeu de Souza foi até o condomínio, colocou o corpo no carro da Prefeitura de Manaus e saiu do local da festa. 

Lutador de MMA, Mayc Parede confessou sua participação no crime ao ser preso em 2019, alegando ser o culpado pelas facadas desferidas na vítima. Ele aparece em vídeos de segurança dando entrada no condomínio onde ocorreu o crime.

Publicado por G1

COMPARTILHAR

Related posts

Fluminense e Atlético-MG não passam do 1 a 1 no Raulino de Oliveira

Redação

Bolsa Família é pago hoje a beneficiários com NIS de final 4

Redação

Caixa paga Bolsa Família a beneficiários de NIS de final 7

Redação

Deixe um comentário