Manaus Principais Notícias

Amazonas Energia participa de operação conjunta com a Polícia Civil em empresas de Reciclagem no Distrito Industrial II e Puraquequara

A Amazonas Energia participou na última sexta-feira (26), de uma operação conjunta com a Polícia Civil e Instituto de Criminalística, sob o comando do delegado titular do 28º DIP Wenceslan Souza de Queiroz, em empresas de reciclagem localizadas na Rua Palmeira do Miriti, bairro Distrito Industrial II, atuando de forma clandestina com ligação trifásica sem medição e outra localizada na Av. Puraquequara, Bairro Puraquequara, onde foi constatada irregularidade na medição. Além dessas empresas, foram constatadas ligações clandestinas para uma obra civil que também foi autuada, e uma oficina mecânica que estava ligada diretamente à rede da Amazonas Energia, e negociou o débito no ato da inspeção.

Orientamos que as denúncias de furto de energia podem ser realizadas por meio das centrais de atendimento da Empresa, pelo telefone 0800 701 3001, pelo aplicativo de celular “Amazonas Energia” disponível no Google Play e App Store, pelo canal de denúncias do site.

Destacamos que o combate às perdas de energia só é possível com o envolvimento de toda a sociedade. O furto de energia e a fraude de medidores são tipificados como crime conforme o código penal brasileiro, artigos 155 e 171. Todos pagam a conta do furto de energia praticado em residências, comércios e indústria. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) inclui nos cálculos da tarifa de energia as perdas por irregularidades. Os efeitos das ligações clandestinas são danosos para todos os consumidores, provocando diversas ocorrências de interrupção de energia devido a esta prática ilegal.

Siga o Wb Portal de Notícias no InstagramFacebook e deixar aqui abaixo o seu comentário.

COMPARTILHAR

Related posts

Coronavírus: China tem primeiro dia sem mortes desde início da pandemia

Redação

Suspeita de Coronavírus barra cruzeiro com 6 mil passageiros na Itália

Redação

Senado aprova MP que concede auxílio emergencial a artistas

Redação

Deixe um comentário