Entretenimento Principais Notícias

Porto Alegre (RS) sedia Conversa com Lucrecia Martel neste domingo

Sur Frontera, FRAPA e FUGA_Lab trazem a realizadora argentina para encontro com o público no dia 28 de abril, às 18h, no Teatro de Câmara Túlio Piva

Sur Frontera LabFRAPA FUGA_Lab trazem à Porto Alegre a diretora e roteirista argentina Lucrecia Martel. O encontro Conversa com Lucrecia Martel acontece no dia 28 de abril, domingo, às 18h, no Teatro de Câmara Túlio Piva (Rua da República, 575). Com tradução simultânea, o evento terá mediação de Juliana Costa, Fatimarlei Lunardelli e Leo Garcia, e espaço aberto para participação do público. Os ingressos estão à venda pelo site Sympla

Nascida em 1966 em Salta, Argentina, Lucrecia Martel estreou seu primeiro longa-metragem “O Pântano” em 2001, seguido por “A Menina Santa” (2004) e “A Mulher Sem Cabeça” (2008). Seu quarto filme “Zama” (2017), uma exploração do colonialismo e do racismo na América Latina, estreou no 74º Festival Internacional de Cinema de Veneza em 2017.

Seus últimos trabalhos incluem a instalação “El Pasaje” (2021 – EYE Filmmuseum Amsterdam), o curta musical “Terminal Norte” (2021), filmada na província de Salta com Julieta Laso como protagonista, e o curta “Camarera de Piso” (2022), que teve estreia mundial no Festival Internacional de Veneza.

Retrospectivas de suas obras foram exibidas em instituições artísticas e culturais como Harvard, MoMa, Lincoln Center, Cambridge e Tate Museum em Londres, juntamente com master classes sobre som e narrativa que a cineasta realizou pelo mundo. Em 2023, recebeu o doutorado Honoris Causa da Universidade de Buenos Aires e da Universidade Nacional de Salta, na Argentina, e da Universidade de KU Leuven, na Bélgica.

Conversa com Lucrecia Martel em Porto Alegre (RS)

Quando28 de abril de 2024, às 18h 

OndeTeatro de Câmara Túlio Piva (Rua da República, 575)

Ingressos: pelo site Sympla.

O evento contará com tradução simultânea.

Mediação: Juliana Costa, Fatimarlei Lunardelli e Leo Garcia.

Sobre a mediação:

Juliana Costa é mestre em Educação. Pesquisadora de cinema, sobretudo nas áreas de gênero, e de cinema e educação. Em 2016 fundou o cineclube Academia das Musas, até hoje com atividades ininterruptas, dedicado a estudar e difundir a cinematografia de diretoras mulheres. É editora e colaboradora do fanzine de crítica cinematográfica Zinematógrafo e faz parte da ACCIRS – Associação de críticos do Estado do Rio Grande do Sul.

Fatimarlei Lunardelli é professora do Curso de Realização Audiovisual da Unisinos.

Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1983), mestre (1995) e doutora em cinema (2002) pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Tem como livros publicados “Ô psit: O cinema popular dos Trapalhões” (1996), “Quando éramos jovens: A história do Clube de Cinema de Porto Alegre” (2000) e “A crítica de cinema em Porto Alegre na década de 1960” (2008). É jornalista com 40 anos de experiência em jornais, revistas e rádio, atuando no jornalismo cultural, na crítica cinematográfica e em atividades de programação e curadoria de filmes.

Leo Garcia é sócio da produtora Coelho Voador, idealizador e diretor geral do FRAPA – Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre, o maior festival de roteiro da América Latina, que já conta com onze edições realizadas. Mestre em Roteiro de Ficção para TV e Cinema (UPSA – Salamanca, Espanha), escreveu roteiros para longas, curtas e séries, tendo vencido diversos editais e premiações. Dirigiu o longa documentário A vida extra-ordinária de Tarso de Castro (2017). Entre os longas escritos, destaque para Em 97 era assim (2017), Legalidade (2019) e Depois de ser cinza (2020). Destaque para o curta “Ed”, no qual é roteirista e produtor, selecionado para mais de 100 festivais em 33 países.
— 
Por Isidoro B. Guggiana – Assessoria de Imprensa

COMPARTILHAR

Related posts

Estudo com formigas revela efeitos do pasto na diversidade amazônica

Redação

MCom fortaleceu atuação dos Correios e Telebras

Redação

Receita Federal e Correios firmam parceria para ajudar vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

Redação

Deixe um comentário