Brasil Principais Notícias

Imposto de Renda 2024: DF lidera no uso da Declaração Pré-preenchida

Em segundo lugar, estão os declarantes de Santa Catarina, seguidos pelos cidadãos do Rio Grande do Sul

Os contribuintes do Distrito Federal são os que mais estão utilizando a Declaração Pré-Preenchida do Imposto de Renda em 2024, segundo dados divulgados pela Receita Federal. No DF, 53,9% das declarações entregues até esta terça -feira (26/03) foram neste formato. Em segundo lugar, estão os declarantes de Santa Catarina, com 50, 3 %. Já em terceiro, estão os cidadãos do estado do Rio Grande do Sul, com 49,1 %. Para utilizar este serviço, é preciso ter uma conta Prata ou Ouro no GOV.BR. 

Até o momento, já foram entregues mais de 7 milhões de declarações. Deste total, 44, 1% são pré-preenchidas. Neste ano, o governo espera um crescimento do uso deste serviço pelos contribuintes. Em 2022, 41,7% dos declarantes tinham conta nesses níveis. Este número passou para 68,6% em 2023 e subiu ainda mais em 2024, chegando a 75,2%. 

O primeiro passo para utilizar a Declaração Pré -Preenchida é acessar a loja do seu dispositivo e fazer o download do GOV.BR .  Após abrir o aplicativo, digite seu CPF e clique em “continuar”, para criar ou alterar sua conta.  No primeiro acesso, é preciso realizar o cadastro. O cidadão preenche um formulário simples e seus dados podem ser validados na Receita Federal ou no INSS.  Todavia, esse formulário só permite o nível bronze. Nesse caso, utilizar o aplicativo é uma vantagem, pois a ferramenta já oferece automaticamente a opção para o aumento de nível de conta. 

Para avançar para o nível prata e conseguir utilizar a Declaração Pré-preenchida , os cidadãos devem fazer biometria facial com a CNH, ser servidor público federal, ou fazer o login pelo banco, caso a entidade financeira seja uma das treze que estão credenciadas: Banco do Brasil, Banrisul , Bradesco, Banco de Brasília, Caixa Econômica, Sicoob , Santander, Itaú, Agibank , Sicredi, Mercantil do Brasil, PicPay /Original e BTG Pactual. 

Já para ter acesso ao nível máximo de segurança, é preciso ter uma conta ouro. Nesse nível, é preciso fazer o reconhecimento facial com base nos dados da Justiça Eleitoral ou pelo QR Code da Carteira de Identidade Nacional (CIN) ou, ainda, a partir de um certificado digital compatível com a ICP-Brasil. Em caso de dúvidas, acesse gov.br/ atendimento

GOV.BR 

Atualmente, o GOV.BR é utilizado por mais de 15 3 milhões de brasileiros e possibilita o acesso a mais de 4.200 serviços digitais. Entre os serviços disponíveis na plataforma estão a prova de vida, aberturas de empresas, Meu SUS Digital, ENEM, Fies, Carteira Digital de Trânsito, Sougov (exclusivo para servidores públicos federais), eSocial e documentos militares. Na plataforma, que é operada pelo Serpro, é possível também pesquisar os serviços digitais por perfil, como agricultor, turista, aposentado, empreendedor e motorista.

Por: Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGISP) / Edição: Yara Aquino, da Agência Gov

COMPARTILHAR

Related posts

PF combate desmatamento para criação de gado na floresta amazônica

Redação

Inscrições para segunda etapa do Revalida começam nesta segunda-feira

Redação

“Ser careca é uma escolha”: especialista fala dos novos tratamentos para calvície em Manaus

Redação

Deixe um comentário