Brasil Principais Notícias

Enem 2024: Isentos devem se inscrever para participar do exame

Aprovação da isenção de taxa e da justificativa de ausência não garantem a participação no Enem 2024; Interessados devem realizar a inscrição na Página do Participante

Os interessados em pedir isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 e justificar ausência na edição de 2023 podem realizar as solicitações pela Página do Participante, até as 23h59 (horário de Brasília) desta sexta-feira, 26 de abril.

Após essa etapa, os participantes devem ficar atentos ao cronograma do exame. A aprovação dos procedimentos não garante a participação no Enem 2024. Os interessados deverão realizar a inscrição, posteriormente, na Página do Participante.

Isenção

Têm direito à gratuidade o estudante matriculado na 3ª série do ensino médio em escola pública; quem fez todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em escola privada; e pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica, com registro no Cadastro Único para programas sociais do governo federal (CadÚnico).

Justificativa de ausência

Deve realizar o procedimento o participante que conseguiu a isenção da taxa de inscrição no Enem 2023, mas faltou aos dois dias de aplicação e deseja pedir isenção na edição de 2024. O resultado da solicitação de isenção da taxa de inscrição no Enem será divulgado no dia 13 de maio. O período de recursos para quem teve o pedido negado será de 13 a 17 de maio.

Pé-de-Meia

O estudante da 3ª série do ensino médio (de escola pública) que comparecer aos dois dias de Enem 2024 (incluindo eventual reaplicação) terá direito ao incentivo de R$ 200. O valor será depositado, após a conclusão dessa etapa educacional, na conta-poupança em que o aluno recebe os demais incentivos do programa.

Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, o Enem se tornou a principal porta de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (Prouni).

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados são utilizados como critério único ou complementar dos processos seletivos, além de servirem de parâmetro para acesso a auxílios governamentais, como o proporcionado pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Os resultados individuais do Enem também podem ser aproveitados nos processos seletivos de instituições portuguesas que possuem convênio com o Inep para aceitarem as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal.

Por Noticias Gov

COMPARTILHAR

Related posts

Distribuidora realiza faxina aérea e fios sem utilidade são retirados dos postes da capital

Redação

Fotógrafo lança exposição inédita sobre as lendárias guerreiras Amazonas, na Casa das Artes

Redação

Rede 5G completa um ano com mais de 10 milhões de usuários

Redação

Deixe um comentário