Brasil Principais Notícias

Chuva forte provoca transtornos no norte fluminense

Carro foi arrastado e caiu no rio; motorista não sofreu ferimentos

A chuva forte que atingiu o município de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, provocou o rompimento de um dique às margens do Rio Paraíba do Sul, na Avenida XV de Novembro, na área central da cidade, e levou transtornos à população durante a noite de ontem (19). Segundo a prefeitura, um carro foi arrastado e caiu no rio, mas o motorista foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros que passava pelo local. O motorista não sofreu ferimentos.

De acordo com o secretário de Defesa Civil, Alcemir Pascoutto, que acompanhou o trabalho das equipes do órgão disse que diante do colapso do dique, a secretaria tem coordenado as ações necessárias no local. “Além disso, estamos conversando com os técnicos para entender quais as ações que precisam ser tomadas neste momento para que a gente possa, em um curto espaço de tempo, conseguir a liberação do trecho da Avenida XV de Novembro, de forma segura para a população”.

Segundo a prefeitura, desde hoje pela manhã, as autoridades municipais e estaduais estão em reunião com técnicos na sede da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, para definir as ações emergenciais para conter os danos causados pelo temporal que atingiu a cidade ontem. Além de integrantes da pasta, representantes da Secretaria Municipal de Defesa Civil, do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), da Concessionária Águas do Paraíba e do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) participam do encontro.

Conforme o subsecretário de Mobilidade Urbana, Sérgio Mansur,  a cidade de Campos recebeu uma quantidade elevada de chuva, com mais de 130 milímetros, volume esperado para 30 dias. Apesar da intensidade, segundo Mansur o escoamento da água foi rápido nos pontos onde havia alagamentos. “Apesar da intensidade da chuva, o sistema de drenagem de águas pluviais funcionou e está escoando as águas acumuladas”.

Macaé

Em Macaé, também no norte fluminense, a Secretaria Adjunta de Defesa Civil informou que a cidade está em estado de Alerta. “Nas últimas 12 horas, foram registrados 128 milímetros de chuva. A previsão é de chuva fraca e contínua nesta terça (20) e quarta-feira (21)”, alertou.

A Defesa Civil informou que os pontos mais prejudicados, hoje (20) foram o Morro de São Jorge, onde foi registrada uma enxurrada na ladeira no bairro Aroeira; Imburo; Sol y Mar; Campo do Oeste; Novo Horizonte e Novo Cavaleiros. No Mirante da Lagoa na altura da RJ106 – Rodovia Amaral Peixoto, foi feita a interdição total da via, preventivamente, para passar por avaliação pós-chuva. Até o meio da manhã desta terça-feira, a Defesa Civil não registrou desalojados e nem desabrigados.

A previsão da Secretaria Adjunta de Defesa Civil de Macaé é de chuvas intensas até a próxima quinta-feira (22). A pasta informou também que o mais recente aviso meteorológico informa que “a atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul sobre a Região Sudeste, e a formação de um sistema de baixa pressão na Costa Norte do Estado do Rio de Janeiro, deixam o tempo instável e com chuvas moderadas contínuas em todas as regiões”.

De acordo com a pasta, o telefone 199 está temporariamente fora de operação e quem precisar acionar a Defesa Civil deve ligar para o número (22) 2759-2670 ou enviar mensagem para o WhatsApp (22) 98813-8298. O atendimento é 24 horas.

“Em caso de rajadas de vento, a orientação é para que a população não busque abrigo debaixo de árvores e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda”, completou.

Caxias

A Secretaria de Obras e Defesa Civil de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, informou que a cidade entrou em estágio de Vigilância, por causa da previsão de chuvas nas próximas horas. A Defesa Civil pediu aos moradores das regiões consideradas de risco, atingidas pelas chuvas, que ao notarem qualquer anormalidade, procurarem um local seguro ou os pontos de apoio, localizados em igrejas, associações de moradores e escolas de cada distrito. Devem também ligar imediatamente para os telefones 199 e 08000230199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193.

Capital

No município do Rio, diante dos registros de chuva maiores que 5 milímetros em 1 hora nas estações Jardim Botânico (5,2 mm/1h), Laranjeiras (5,4 mm/1h) e Santa Teresa (5,4 mm/1h),na zona sul, o Centro de Operações da Prefeitura (COR) incluiu, às 6h de hoje, a capital no estágio de mobilização.

O Sistema Alerta Rio informou que os núcleos de chuva ainda se deslocam da Região Serrana para a cidade do Rio de Janeiro. “Houve registros de chuva fraca a moderada nas últimas horas. A tendência é de permanência deste cenário”, destacou.

Em uma escala de cinco, o estágio de mobilização é o segundo nível e significa que há riscos de ocorrências de alto impacto na cidade. 

Publicado por Agencia Brasil / Foto: Marcelo Piu

COMPARTILHAR

Related posts

Flamengo estreia no Mundial de Clubes contra time saudita Al Hilal

Redação

Projeto oferece soluções simples para deixar casas mais saudáveis

Redação

Investigação: garimpo em área yanomami é mantido por crime organizado

Redação

Deixe um comentário