Manaus Principais Notícias

Centros de Convivência da Família e do Idoso criam programação nas redes sociais para celebrar ‘Dia dos Avós’

A pandemia da Covid-19 impôs novas maneiras para comemorar datas e no caso do Dia dos Avós, celebrado em 26 de julho, não será diferente. Mesmo com o isolamento social, essa parcela da população será homenageada pelos Centros Estaduais de Convivência da Família (CECF) e do Idoso (Ceci), espaços administrados pelo Governo do Amazonas por intermédio da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas). Toda a programação será realizada on-line por meio das redes sociais. 

Visando reforçar laços de afeto e criar maneiras de homenagear pessoas tão ilustres e cheias de histórias, os CECFs e o Ceci criaram uma programação voltada à valorização dos avós por conta da experiência de cada um deles. Para tanto, serão realizadas lives e produzidos vídeos e fotografias que serão postados no Facebook. Além disso, vão ser contadas histórias de vida de avós e avôs pelos próprios netos e bisnetos.

O isolamento social não pode se traduzir num isolamento emocional. Foi pensando nisso que a Seas manteve ativo, nesse período de pandemia, as relações entre os centros e seus usuários como forma de minimizar esse afastamento. “Mesmo com os centros fechados para o atendimento ao público, continuamos esse trabalho por telefone, videoconferência, lives, inclusive, já retornamos as visitas domiciliares”, disse a diretora do Departamento de Proteção Social Básica (DPSB) da Seas, Selma Costa.

Convivência harmoniosa – A diretora destacou a importância de homenagear os avós, considerados primordiais para o equilíbrio familiar. A convivência deles com os netos e bisnetos será mostrada por meio de fotos e vídeos que serão postados nas redes sociais de cada Centro Estadual. “A relação entre avós, netos e bisnetos é importante no âmbito familiar, e isso deixa tanto os idosos mais felizes, com a sensação de proteção, como as crianças”, mencionou.

Mutirão – Os avós doCentro Estadual de Convivência da Família Teonízia Lobo, situado no bairro Mutirão, serão homenageados com uma transmissão ao vivo pelo Facebook. A diretora Anália Mota disse que o grupo “Os Sopraninhos”, formado por adolescentes que frequentam o local, vão homenageá-los com uma música especial, que será tocada em flauta. Além disso, terá o “Baú de histórias da vovó” com relatos contados por netos e bisnetos. “Estamos pedindo aos usuários que tiverem histórias interessantes sobre seus avós que nos passem, pois iremos contar ao vivo no Facebook”, frisou.  

Japiim – O Centro Estadual de Convivência da Família 31 de Março, situado no bairro do Japiim, zona sul, está fazendo com o Grupo de Convivência de Idosos um concurso de fotos de quando eram jovens e fotos atuais, bem como, produzindo vídeos com relatos de experiência e superação. A ideia é que os avós vistam suas melhores roupas, ponham sua melhor toalha na mesa e use suas louças guardadas.

A postagem de fotos dos idosos na idade entre 14, 30, 40 anos e até a atualidade, será feita no mural. O objetivo é mostrar aos netos e bisnetos como seus avós eram bonitos quando jovens. Segundo a diretora Mirleide Freitas, a intenção é trabalhar a sensibilização, mostrar como o tempo passa rápido. “Daí a necessidade de que aproveitem o hoje e o agora e se divirtam, criando momentos felizes com a família”, afirmou. “Isso tudo serve de ensinamentos para netos e bisnetos”, complementou a diretora.

Santo Antônio – Os avós do Centro Estadual de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, situado na avenida Brasil, bairro Santo Antônio, zona oeste, vão mostrar seus talentos e habilidades por meio de gravação de vídeo em suas próprias residências, que pode ser de uma dança, tocando um instrumento, recitando poesias. O vídeo mais curtido vai ganhar uma cesta de café da manhã.

De acordo com a psicóloga Glauce Natalina da Costa Gomes, também será gravado um vídeo com o Grupo das Borboletas, formado por idosas do Magdalena que dançam carimbó, para postagem no Facebook. Também será criada uma música em homenagem aos avós. “Fora isso, vão ter orientações sobre o processo de envelhecimento, cuidados com o idoso, principalmente nesse período de isolamento social”, sintetizou.

Raiz – A programação do Centro Estadual de Convivência da Família André Araújo, situado no bairro da Raiz, zona sul, envolve fotos dos avós com os netos, bisnetos, assim como, vídeos deles falando sobre a experiência de ser avô ou avó. A diretora Cibele Freitas de Aquino disse se tratar de uma homenagem importante porque são pessoas que têm histórias de vida com experiências incríveis. “Iremos postar tudo isso na página do Centro, no Facebook”, informou.

Alvorada – Um painel fotográfico dos idosos com seus netos, bisnetos, e o registro de frases em homenagem à data marcarão as homenagensque oCentro Estadual de Convivência da Família Maria de Miranda Leão, no bairro Alvorada, zona centro-oeste, preparou. A diretora Kelly Tavares comentou que foi solicitado aos três Grupos de Convivência que participem da programação postando as fotos. “Nós estendemos o convite para a equipe do Miranda Leão e demais usuários do Facebook para que também postem suas fotos com os avós, assim como quem tiver netos e bisnetos”, sintetizou.

Cidade Nova – A programação do Centro Estadual de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, localizado na Cidade Nova, zona norte, se traduz em postagens de vídeos nas redes sociais retratando avós com seus netos; poesias, fotos, declaração de amor e cartazes. “Nossa programação envolve nossas idosas usuárias, parceiros e equipe psicossocial”, informou a diretora Elizabeth Maciel.

Aparecida – As lives nas redes sociais têm sido uma das principais ferramentas de comunicação utilizadas pelo Centro Estadual de Convivência do Idoso (Ceci), situado no bairro Aparecida, zona sul, neste período de isolamento social por conta do coronavírus. Com o tema “Os Benefícios das Relações Intergeracionais entre Avós e Netos”, o psicólogo Luiz Cordech vai falar da troca de experiência entre idosos e adolescentes e sua importância. A mediadora será a psicóloga Neirelucy Lima.

A diretora Ítala Rodrigues explica que a live vai acontecer no dia 27, às 16h, no Facebook do Centro. Mas a programação do Ceci para o Dia dos Avós, nas redes sociais, inicia no dia 21 de julho e se estende até 31 de julho. “Estamos com a Campanha dos avós e seus netos e conforme eles vão mandando as fotografias, vamos postando na página do Facebook”, disse a dirigente, ressaltando a importância de trabalhar a temática das relações entre avós e netos. “Apesar dos laços afetivos, há conflitos por conta da diferença de gerações”, completou.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas)

COMPARTILHAR

Related posts

Oficial do Exército morre vítima do coronavírus no AM

Redação

Imposto de Renda: Receita abre nesta 3ª consulta a lote de restituição

Redação

Corinthians pega Old Boys para definir situação na Copa Sul-Americana

Redação

Deixe um comentário