Manaus Principais Notícias

Após parto com Covid-19, cantora amazonense está 400 dias em hospital

A cantora amazonense Eva Rodrigues, de 40 anos , está há 400 dias em um hospital no Amazonas, com sequelas graves causadas pela Covid-19. Ela chegou no local em 3 de janeiro de 2021, grávida de 38 semanas, e deu à luz ao terceiro filho, Ethan, logo no primeiro dia de internação.

Após o parto, a família da paciente conseguiu transferi-la para o Hospital Samel, onde Eva ficou os últimos 13 meses. Neste período, ela passou 16 dias intubada, foi submetida a uma traqueostomia, chegou a sofrer duas paradas cardíacas, teve 20% dos pulmões comprometidos e uma série de infecções, que a fizeram ter muitas sequelas pulmonares e neurológicas. No entanto, depois de tantas dificuldades, a expectativa é de que ela volte para casa ainda este mês de fevereiro.

Além da música, Eva trabalhava como professora de canto. Ela também é formada em Rádio, TV e Internet desde 2019 e já trabalhou em afiliadas da Band e da Globo de Manaus.

View this post on Instagram

Em 2019, Eva compartilhou fotos de seu então novo relacionamento, com o agora marido Sol Petrus, de 24 anos. Os dois se casaram no mesmo ano, em dezembro, e fizeram a cerimônia religiosa comandada por dois apóstolos.

“O que você fez, o que você disse, suas lágrimas e este sorriso tão sincero…tudo o que você É, me fazem sentir que sou muito cheia de favor da parte de DEUS! Eu sou grata! EU TE AMO!!!”, escreveu ela.

Além de Ethan, de sua união com Sol, Eva tem mais dois filhos, Noah e Yvilah, que já são pré-adolescentes. Apesar de a cantora ser discreta em suas postagens, a dupla também era tema recorrente em suas redes sociais, com muitas declarações de amor aos filhos.

“Dedicação total ao curso de desenho! Meus bebês artistas!”, escreveu ela em uma das publicações, sempre com legendas bilíngues.

A última foto de Eva em suas próprias redes foi compartilhada dia 25 de dezembro de 2020, pouco mais de uma semana antes de sua internação. Nela, ela comemorava o Hanukkah, festividade judaica.

Desde de todos os acontecimentos, seu marido, Sol, é o porta-voz de notícias sobre a cantora. Nos últimos 400 dias, ele compartilha cliques ao lado da esposa, mas sempre borrando seu rosto para preservar sua intimidade.

Em um deles, Eva apertava uma bolinha, um indício positivo durante sua recuperação. Mas em outros, ele também relata os desafios vividos pela companheira, que passou por procedimentos invasivos, como a retirada de parte de um pulmão.

Publicado por Catraca Livre

COMPARTILHAR

Related posts

Dia Nacional do Reggae será celebrado no Largo de São Sebastião

Redação

STF começa a julgar “ADPF das Vidas Negras” nesta quarta-feira

Redação

PF faz buscas contra advogado e militares ligados a Bolsonaro

Redação

Deixe um comentário