Mundo Principais Notícias

Pequim confirma: balão que sobrevoa América Latina é de origem chinesa

O governo chinês disse hoje (6) que o balão visto sobre a América Latina, e designado pelos Estados Unidos (EUA) como dispositivo de “vigilância”, tem origem na China, mas é de “natureza civil”.

Os militares norte-americanos abateram, no último sábado (4), por ordem do presidente norte-americano, Joe Biden, o primeiro balão chinês que sobrevoava os Estados Unidos há vários dias, provocando fortes críticas de Pequim.

No dia anterior, o Departamento de Defesa dos EUA) disse ter visto um segundo “balão de vigilância chinês” sobre a América Latina. A Colômbia também anunciou, no fim de semana, que um balão sobrevoou o seu território.

“Verificamos que o balão não tripulado veio da China. É de natureza civil e é usado para testes de voo”, disse a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, Mao Ning.

“Devido ao efeito do clima e às suas limitações em termos de condições de manobras, o balão desviou-se muito da trajetória planejada e foi parar no espaço aéreo da América Latina e do Caribe”, afirmou Mao Ning, em entrevista.

A porta-voz não especificou a qual entidade pertence o balão.

A Força Aérea colombiana disse que o balão foi detectado sexta-feira de manhã e monitorado até sair do espaço aéreo do país.

As autoridades militares da Colômbia asseguraram que o dispositivo em momento algum “ameaçou” a segurança e a defesa do país. Não foram dados detalhes do seu paradeiro ou trajetória.

Os militares norte-americanos abateram, no sábado, ao largo da costa do estado da Carolina do Sul, no Sudeste do país, o primeiro balão chinês, considerado pelo Pentágono como dispositivo de espionagem.

A China disse que se tratava de um balão de uso civil e acusou os Estados Unidos de “exagerarem” ao usar a força.

Publicado por Agencia Brasil

COMPARTILHAR

Related posts

Terra Santa para todos

Redação

Desenrola FIES: conheça o programa que já tirou mais de 196 mil estudantes da inadimplência

Redação

Banda Papo de Preto lança projeto “Amazônia Meu Caminho” nas plataformas digitais

Redação

Deixe um comentário