Carros Principais Notícias

Yamaha realiza recall da R3 no Brasil

A Yamaha Motor da Amazônia convocou recall da R3 para verificação dos suportes das mangueiras do freio dianteiro. Por uma inconformidade na fabricação das peças, as mangueiras podem se desprender e encostar na suspensão, podendo ocasionar desgaste gradual em decorrência do atrito gerado e, no pior dos casos, vazamento do fluido de freio, reduzindo a capacidade de frenagem da motocicleta, elevando os riscos de acidente e lesões aos usuários e/ou terceiros.

Siga o Wb Portal de Notícias no InstagramFacebook e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Estão envolvidas no recall 40 motocicletas, todas modelo 2020, com chassis de 9C6RH0940L0000101 até 9C6RH0940L0000140. Os proprietários devem comparecer a uma concessionária para agendar a realização do reparo, que não terá custos aos clientes.

Segundo a Yamaha, o tempo médio para realização do serviço pode variar de 15 minutos (se for necessária apenas a troca do suporte) até 1h45 minutos (caso a mangueira tenha de ser substituída). Mais informações sobre o recall da R3 podem ser obtidas no site da Yamaha ou no telefone 0800 774 3738 – ligações em horário comercial.

Fábricas da Yamaha fechadas por causa do coronavírus

A Yamaha paralisou suas linhas de produção na Itália e na França por causa da pandemia do covid-19. Segundo a MOTOCICLISMO Itália, ambas unidades vão ficar fechadas até dia 22 de março. Após o prazo, a situação será revisada semanalmente, e a marca dos três diapasões retomará a produção quando a situação estiver estabilizada em ambos países.

A Casa de Iwata não foi a única a paralisar suas atividades por causa da pandemia. Marcaso como Ducati e KTM também fecharam suas fábricas na Europa por causa da doença, que já registra ocorrências em mais de 160 países.

Publicado por Motociclismo

COMPARTILHAR

Related posts

Dá pra ver estrelas na ISS? Por que não aparecem em fotos tiradas no espaço?

Redação

Assumiu! Anitta confirma status de namoro com o empresário Gabriel David

Redação

Estamos em uma guerra, e na guerra você enterra, diz prefeito de Manaus

Redação

Deixe um comentário