Mundo Principais Notícias

Veja a incrível nova foto de 83 megapixels do Sol, a melhor resolução até aqui

Disponível para download neste link, a nova imagem mostra o Sol em impressionantes 83 megapixels. Você pode ampliá-la como nunca pôde antes para ver de perto os filamentos e chamas da estrela.

Tirada no meio do caminho entre a Terra e o Sol, a foto foi registrada em 7 de março de 2022 pela câmera a bordo da espaçonave Solar Orbiter, da Agência Espacial Europeia.

Um mosaico de 25 exposições individuais de 10 minutos tiradas uma após a outra, que fez a nave espacial levar quatro horas para criar.

A imagem mede 9148 x 9112 pixels. São 83 megapixels. Para comparar e entender, uma TV 4K tem 3840 x 2160 pixels, ou seja, 8 megapixels.

Aqui está a imagem (no entanto, você precisa baixar a versão maior para apreciar o quão detalhada ela é).Uma versão em baixa resolução da imagem de alta resolução do Sol do orbitador solar

Uma versão em baixa resolução da imagem de alta resolução do Sol do orbitador solar

Não surpreendentemente, esta é a imagem de maior resolução de todo o disco do Sol já tirada, embora câmeras especiais tenham sido usadas para também incluir a atmosfera externa e mais quente, a coroa solar, que normalmente só é visível na Terra durante um eclipse solar total.

A foto foi tirada com uma câmera sensível apenas à região ultravioleta extrema do espectro eletromagnético.

Outras câmeras do Solar Orbiter conseguiram medir a temperatura do Sol enquanto o mosaico estava sendo montado, produzindo esta animação:

Elas foram tiradas pelo instrumento Spectral Imaging of the Coronal Environment (SPICE) da espaçonave em vários comprimentos de onda do espectro ultravioleta. Roxo é gás hidrogênio a uma temperatura de 10.000°C, azul é carbono a 32.000°C, verde é oxigênio a 320.000°C e amarelo é neon a 630.000°C.

Lançado no início de 2020, o Solar Orbiter possui um conjunto de 10 instrumentos científicos diferentes que estão fazendo muitas observações pela primeira vez.

Eles incluem as primeiras observações de telescópio de perto do Sol, as primeiras imagens dos polos norte e sul do Sol e a primeira observação completa do vento solar.

Agora, o Solar Orbiter está dentro da órbita de Mercúrio, o mais próximo que chegará do Sol, a cerca de 50 milhões de quilômetros. Este é um dos principais eventos da missão. A nave está em ressonância orbital com Vênus, então, está usando o planeta rotineiramente para alterar sua trajetória. Seu próximo sobrevoo de Vênus será em 3 de setembro de 2022.

Publicado por Forbes Brasil

COMPARTILHAR

Related posts

Com cães e sem camisa, bombeiros protagonizam calendário fofo e fogoso

Redação

Ambev e Nike usam campanhas publicitárias para ‘despolitizar’ uso da camisa da seleção

Redação

Titi comenta mudança em Ewbank após parto: “Não está mais gritando”

Redação

Deixe um comentário