Entretenimento Principais Notícias Vídeos

Rua do Medo vai ter continuação? Diretora revela planos para futuro da franquia

Rua do Medo: 1666 estreou na Netflix completando a história da trilogia de terror e, enfim, revelando a origem da maldição de Sarah Fier e a verdadeira história por trás da rivalidade entre as duas cidades vizinhas. Para quem gostou da franquia, as notícias são boas: um futuro para a trama não foi descartado – ao menos do que depender da diretora Leigh Janiak. A cineasta já tem planos para novas histórias e falou até na criação de um universo cinematográfico ao estilo Marvel.

“Uma das melhores coisas de Rua do Medo é que o universo tem muito espaço. Uma das coisas que falei antes de ser contratada é que temos aqui o potencial de criar um Universo Cinematográfico Marvel do terror, em que você pode ter assassinos de diferentes eras. A mitologia principal gira em torno do mal que vive em Shadyside, então há muito espaço para todo o resto”, disse Janiak em entrevista ao Indiewire. Descubra qual cena do filme deixou a diretora aterrorizada (Entrevista exclusiva) Novo filme de A Rua do Medo? 

Com uma série de referências a clássicos e sucesso do cinema e da televisão, Rua do Medo ainda pode viajar para outra época e a cineasta revelou que gostaria de fazer um filme de terror slasher ambientado na década de 1950 – período em que nasceram muitas grandes obras do gênero, como O Sétimo Selo, Vampiros de Almas, O Mensageiro do Diabo, A Noite do Demônio, entre outros.

Com A Rua do Medo, o catálogo da Netflix trouxe um formato inédito ao público com os lançamentos semanais da trilogia e a originalidade nos formatos pode seguir surpreendendo em um possível futuro para a franquia. Assim como o Universo Cinematográfico Marvel, Janiak acha possível mesclar filmes e séries.Marvel: Conheça cada uma das fases dos filmes e séries do MCU 

“Minha esperança é de que o público goste dos filmes o suficiente para que possamos começar a construir mais. Podemos pensar em outra trilogia, filmes solo, séries de TV. A melhor coisa de Rua do Medo é que é algo híbrido. Fico animada com a possibilidade do que mais pode acontecer”, afirmou a cineasta.Final de Rua do Medo: 1666 

© Netflix

A cena final do terceiro filme já deixa clara a intenção do streaming de não encerrar totalmente a história. No desfecho de Rua do Medo: 1666, descobrimos que Sarah, na verdade, levou a culpa pelo ritual satânico feito por Solomon Goode (Ashley Zukerman), antepassado do xerife de Shadyside, em troca de fortuna e sucesso eternos. 

Ao descobrir a verdade, Deena (Kiana Madeira) persegue o xerife Nick até a pedra do diabo, onde se encontra o coração que é a fonte dos “poderes mágicos” da família. Ao destrui-lo, a maldição finalmente se quebra. No entanto, vemos que o livro contendo o passo a passo para o ritual é roubado por um par de mãos misteriosas no fim. Quem poderia ter sido? Façam suas apostas!

Publicado por Adoro Cinema

COMPARTILHAR

Related posts

Yasmin Brunet fala sobre vida sexual com Gabriel Medina: Demais

Redação

“Páscoa Solidária” levará acolhimento a pacientes com câncer da rede pública

Redação

Em crise, Carlinhos Mendigo perde cobertura de luxo em SP

Redação

Deixe um comentário