Mundo Principais Notícias

Ferramentas de tratamento ginecológico milenares são escavadas no Egito

Costuma-se atribuir o “nascimento” da ginecologia aos estudos do médico James Marion Sims durante o século XIX. No entanto, uma nova descoberta no Egito aponta que essa ciência seja muito mais antiga do que se pensava.

Na região egípcia de Qubbet el-Hawa, conhecida por abrigar diversas sepulturas, arqueólogos encontraram evidências de um tratamento ginecológico que teria sido realizado em aproximadamente 1.800 antes de Cristo.

De acordo com os pesquisadores envolvidos na descoberta, a paciente teria sofrido um trauma em sua pélvis, talvez decorrente de uma queda, que causaria grande dor. Assim, segundo as evidências, os cirurgiões egípcios da época teriam tratado a moça com fumigações, segundo mandavam os papiros médicos milenares.

Os resquícios da mulher foram encontrados com uma tigela entre suas pernas, dentro da qual havia materiais queimados — confirmando a teoria de fumigação. O tratamento, embora possa parecer violento nos dias de hoje, teria potencial para diminuir as dores da paciente.

Publicado por Veja

COMPARTILHAR

Related posts

Investigação mostra que sargento com 39 kg de cocaína não passou por segurança, diz TV

Redação

Mansão de Otávio Mesquita é tomada pela chuva: “Perdi tudo”

Redação

O prêmio da Mega-Sena acumulou

Redação

Deixe um comentário