Mundo Principais Notícias

Com hospitais lotados, Líbano estuda impor duas semanas de ‘lockdown’

O sistema de saúde do Líbano está “à beira do abismo”, afirmou, nesta segunda-feira (17), o ministro da Saúde, Hamad Hassan.Segundo ele, os hospitais estão saturados com a chegada de pacientes com Covid-19, que se somam às consequências da megaexplosão que devastou mais da metade da capital libanesa, Beirute.

“Declaramos hoje um estado de alerta geral e precisamos de uma decisão corajosa para fechar o país por duas semanas”, disse o ministro.Para Hassan, “o perigo real é a disseminação [do coronavírus] dentro da sociedade”, já que os leitos de UTI em hospitais públicos e privados estão lotados.

“Todos devem estar em alerta máximo e tomar as mais rígidas medidas de prevenção”, disse o ministro. “Estamos enfrentando um verdadeiro desafio e os números registrados no último período são chocantes.”

Neste domingo (16), o país registrou um recorde de 439 novos casos e seis mortes em um período de 24 horas. Com isso, o Líbano chegou a um total de 8.881 casos e 103 mortes por Covid-19, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins.

Publicado por Noticias ao Minuto

COMPARTILHAR

Related posts

Confiante, Flu quer derrubar domínio do favorito Fla na final de hoje

Redação

Amazônia tem 13 das 30 cidades mais violentas do Brasil

Redação

Telecatch ou MMA? Lutador brasileiro impressiona com golpes inusitados; veja

Redação

Deixe um comentário