Colunismo social Principais Notícias

Após escalação de Jade Picon, Murilo Rosa pede papel para Douglas Silva: “Está na hora”

A escalação de Jade Picon para atuar como vilã da próxima novela das 21h continua rendendo polêmica nas redes sociais. Após um grupo de artistas se posicionarem contra a decisão da Globo, o ator Murilo Rosa fez uma publicação pedindo um papel para Douglas Silva, que também participou do “BBB 22”.

No texto, Murilo lembrou que DG tem um currículo de peso, protagonizou o filme “Cidade de Deus” e foi reconhecido internacionalmente. “Vamos lá… escrevo esse post com carinho e respeito. Douglas Silva foi um dos protagonistas de um dos maiores filmes (hoje um clássico) já realizado no Brasil, ‘Cidade de Deus’. Filmaço e ele dá um show. Espero que pessoas ‘responsáveis’ por escalar um elenco pense que está na hora dele protagonizar uma novela, que tal? E atores maravilhosos novos, precisando de uma oportunidade estão à disposição e a espera nos teatros….Vamos lá, coragem”, publicou o ator.

Na segunda-feira (9), Douglas Silva participou do “Papo de Segunda”. Ele não falou sobre a polêmica envolvendo Jade Picon, mas desabafou sobre sua constante luta por espaço e reconhecimento na TV.

“Sou o primeiro ator brasileiro a ser indicado ao Emmy, mas isso não influenciou em nada na minha carreira, isso não influenciou em nada no meu bolso, eu tenho que estar sempre me provando. Eu cheguei até em um momento a me criticar, será que isso não foi sorte?”, disse ele.

Jade Picon, que nunca atuou ou estudou para isso, foi aprovada em um teste com Chay Suede para interpretar a vilã de “Travessia”, escrita por Glória Perez. A trama, prevista para estrear em outubro, no lugar do megasucesso “Pantanal”, terá como tema central a relação do homem com a tecnologia.

Publicado por Yahoo

COMPARTILHAR

Related posts

Após polêmica, Bolsonaro visita Yasmin e toma café com a família

Redação

BBB 21: Por que Karol Conka, Fiuk e Lumena são odiados?

Redação

Coreia do Norte dispara míssil intercontinental até o Japão, que fala em agressão “imperdoável”

Redação

Deixe um comentário