Esportes Principais Notícias

Após COB liberar ida de marido de atleta à Olímpiada, Yasmin Brunet posta: ‘Sabia que era pessoal’

A esposa de Gabriel Medina, Yasmin Brunet, que teve a ida aos Jogos Olímpicos de Tóquio vetada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) fez uma postagem após um colunista do ‘Uol’ revelar que o marido da atleta de lançamento de disco Andressa Morais, Everton Luiz Ribeiro recebeu permissão para ir à Olímpiada de Tóquio.

– A verdade sempre aparece. Sabia que era pessoal – postou a modelo nas redes sociais.

Formado em educação física e registrado como técnico, o marido da atleta foi credenciado para substituir um outro profissional que está impossibilitado de ir aos Jogos.

– Everton Luiz Ribeiro foi convocado pela Confederação Brasileira de Atletismo para substituir o treinador Justo Manuel Despaigne Navarro, oficial do mesmo grupo de provas, que está impossibilitado de comparecer aos Jogos. Everton Luiz Ribeiro tem registro como treinador na CBAt – afirmou o COB.E MAIS:

O COB tentava a contratação de outro profissional para trabalhar com o treinador da atleta, Julian Meija, que pé contratado pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) sem sucesso. 

Com isso, a entidade optou pela contratação de Everton Luiz. No caso de Medina, a entidade não liberou o credenciamento para a esposa do atleta ir para os Jogos Olímpicos como parte da equipe técnica do surfista.

Em junho, o COB lembrou que, em decorrência da pandemia, teve de cancelar o programa “Familiares e Amigos”, pelo qual o comitê daria todo o suporte para que os competidores pudessem receber as pessoas mais próximas na cidade sede dos Jogos. O Japão impôs restrições a todos os países participantes, impedindo inclusive a entrada de familiares, amigos, fãs e turistas no país durante o período dos Jogos, que também devem ocorrer sem público.

Publicado por LANCE!

COMPARTILHAR

Related posts

Gafe em camisa de Rafael Sobis viraliza na internet

Redação

Pfizer diz que vacina para covid-19 pode estar pronta no final de 2020

Redação

Bolsonaro demite Silva e Luna da Petrobras e indica Adriano Pires para presidência da estatal

Redação

Deixe um comentário